Banner_FonasefeComitê e fóruns regionais farão pressão nas bases dos parlamentares, nos gabinetes no Congresso Nacional, além de atos nos aeroportos, portos, rodoviárias e outros locais estratégicos

A reunião desta semana do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), realizada na terça-feira (2/5), decidiu manter o período de 8 a 12 de maio como a semana de mobilização e lutas, com indicativo a ser levado para as centrais sindicais para convocação de uma grande marcha a Brasília. 

Também nesse período, os comitê e fóruns regionais farão pressão nas bases dos parlamentares, nos gabinetes no Congresso Nacional, além dos atos nos aeroportos, portos, rodoviárias e demais pontos estratégicos. Nas manifestações, o trabalho será de combate à reforma da Previdência. Representaram a Fenajufe os coordenadores Adriana Faria e Helênio Barros.

Além das avaliações, o Fonasefe também fez encaminhamentos das campanhas contra as reformas da Previdência e Trabalhista. O Fonasefe está produzindo uma moção de repúdio contra a truculência da Policia Militar do Estado de Goiás, que resultou na agressão de um manifestante que se encontra hospitalizado e no Rio de Janeiro que agrediram a companheira Artene do Sinfa de 66 anos. O ANDES-SN ficou com o responsável pelo documento.

Outra moção será para denunciar a emissora de televisão Rede Globo e demais emissoras sobre a participação em todos os golpes no país com a veiculação de notícias não fidedignas sobre os movimentos e manifestações realizadas pelos trabalhadores do Brasil nos últimos anos.

Estiveram presentes na reunião as seguintes entidades: ANDES-SN, ANFFA-Sindical, ASFOC-SN, ASSIBGE-SN, CONDSEF, CSP/CONLUTAS (Eduardo Zanata/Assessoria) – C.T.B/CSPB (João Paulo Ribeiro) –  FENAJUFE (Helenio Porto Barros e Adriana Faria) – FENAPRF (Pedro Cavalcanti) – FENASPS (Lidia de Jesus e Carlos Roberto dos Santos) –  SINTBACEN (José W. Brasil) – SINAL (Rita Girão Guimarães) – SINASEFE (Paulo Reis e Clerio Lucas Guaitolini) – SINDIFISCO-Nacional (Luiz Bomtempo).

Fonte: FENAJUFE