PSL prevê resistência da bancada bolsonarista à reforma da Previdência

O ministro da Economia, Paulo Guedes, cuja equipe prepara proposta de reforma da Previdência. (Foto: Evaristo Sá/AFP)

Clima em casa Dirigentes do PSL preveem constrangimento quando chegar a hora de votar a reforma da Previdência. Entre os 52 deputados eleitos pelo partido de Jair Bolsonaro, há 16 policiais e 5 militares, avessos a mudanças nas aposentadorias de suas corporações.

Está no preço Levantamentos feitos informalmente por parlamentares indicam que os deputados da sigla do presidente dificilmente alcançarão consenso sobre o tema. Articuladores políticos da Casa Civil dão como certa a resistência na bancada bolsonarista.

Todos os sabores Um integrante da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, dá uma ideia da variedade de opções em estudo para a reforma: assessores de Guedes receberam 29 estudos só sobre as pensões dos militares.

Truco A cúpula do PT discute nesta segunda a ideia de uma proposta alternativa para a Previdência, a ser encampada pela oposição. A iniciativa foi sugerida em artigo do ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa, colunista da Folha, e ganhou apoio entre petistas.

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.